28.7.11

A flor mais bela

(Fonte: Pe. Francisco Alves, C.SS.R., "Tesouro de Exemplos" - Vozes, Petrópolis, 1960~


A flor mais bela


Vou contar-vos uma graciosa lenda persa que exprime uma grande verdade.


Deus, assentado no trono excelso de sua glória, chamou um anjo e disse-lhe:
— Vai àquele jardim, na terra lá em baixo, e traze-me a flor mais bela que encontrares.




O anjo, mensageiro de Deus, desceu ao jardim e contemplou a variedade e a graça com que milhares de flores ali se misturavam, como um mosaico admirável.






Viu o minúsculo jasmim ao lado do grande helianto, a dália à sombra da madressilva abraçada ao oleandro; viu a margarida, a pervinca, a primavera e todas as outras belezas que erguem o seu hosana ao Criador. Mas o seu olhar fixou-se na rainha das flores, a rosa aveludada e odorosa, e disse:
— Esta é, certamente, a flor mais bela.






Helianto








Pervinca




Colheu-a e voou ao trono do Altíssimo.
— A rosa — disse Deus — é o símbolo do amor, doce expressão de um coração ardente. Com a sua formosura, atrai os olhares; é suave, perfumada, delicada, mas não é a flor mais bela.







O anjo voou de novo ao jardim. Não olhou para o cravo, nem para a margarida, nem para a flor-de-lis. Não deu atenção ao amor-perfeito nem à tulipa soberba, mas, voando pressuroso a um canto escondido do jardim, colheu uma humilde violeta e disse:
— Certamente o símbolo da humildade há de ser a mais bela das flores.



Retomando o vôo, foi ajoelhar-se aos pés da Majestade suprema. Deus, tomando a violeta, sentiu-lhe o delicado perfume e disse:
— Sim, é bela a violeta oculta, humilde e pequenina e de tão agradável fragrância. A humildade é a virtude que faz os santos, vence os demônios e opera grandes maravilhas nos corações dos homens. Todavia, não é a mais bela das flores.


O anjo retornou ao jardim. Fixando o olhar no lírio, ficou encantado com a sua alvura imaculada, seu porte altivo, seu perfume suave. Contemplou-o demoradamente, pensando e dizendo:
— Eis o símbolo da pureza imaculada. Esta, sim, deve ser a flor mais bela.




Vendo-o, Deus exultou e disse:
— O símbolo da pureza, da pérola mais fúlgida, mais heróica e sublime. Esta, sim, é a mais bela das flores.


E os olhos divinos brilharam de complacência.






(Fonte: Pe. Francisco Alves, C.SS.R., "Tesouro de Exemplos" - Vozes, Petrópolis, 1960


------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------
-----------
Nota:
Encontrei este belo conto aqui:
http://contoselendasmedievais.blogspot.com/2011/04/flor-mais-bela.html

Decidi ir pesquisar cada uma das flores indicadas. Cada uma mais linda que a outra. Mas realmente o Lírio é a mais linda.
Tem cerca de 100 espécies de lírios, e notei que eles tem, em geral, seis pétalas, formando uma Estrela de David.
Será coincidência este conto? Ou estará ele preparando a mente coletiva para algo mais ?

~~

5.7.11

O Novo Dia por Vesta



ºººº
O Novo Dia por Vesta

Helios e Vesta!
Helios e Vesta!
Helios e Vesta!
Que a Luz aflua ao meu ser!
Que a Luz se expanda no âmago do meu coração!
Que a Luz se expanda  no centro da Terra
E que a Terra seja transformada no Novo Dia!

------
The New Day by Vesta

Helios and Vesta!
Helios and Vesta!
Helios and Vesta!
Let the Light flow into my being!
Let the Light expand in the center of my heart!
And let the earth be transformed into the New day!
--------------------------------------------
  Mark L. Prophet  
no livro : Estudo sobre a Alquimia -
a Ciência da Auto transformação - Saint Germain

----


--------------------------
Helios e Vesta
O Espírito do Sol


---

1.6.11

Pensamentos de Omraam Mikhael Aivanhov


"O desapego de interesses não é a virtude mais comum entre os humanos. Mesmo quando eles dão qualquer coisa ou fazem discursos generosos, há quase sempre um calculismo por detrás disso. É certo que, na realidade, nenhum gesto, nenhum sentimento, nenhum pensamento pode ser absolutamente isento de interesse. Mesmo o amor a Deus é interesseiro. Aqueles que amam o Senhor sabem que ganham a luz, a liberdade, a vida eterna; há, pois, um interesse nesse amor. Mas, ao mudar de objecto, esse interesse mudou de plano, pois a luz, a liberdade, a vida eterna, são aquisições divinas. É, pois, nessa direcção que nós devemos ir: vencer o interesse inferior, cuja tendência é unicamente satisfazer os instintos e as cobiças, para encontrar um interesse superior - a necessidade de crescermos, de nos enobrecermos, de nos divinizarmos. Mas, mesmo nisso, existe um interesse; o que quer que façamos, é sempre por interesse. "


obras de Omraam Mikhaël Aïvanhov: www.prosveta.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...