25.1.09

Pensamentos de Omraam Mikhael Aivanhov

"Várias vezes durante a sua vida, os humanos estão sujeitos a provações que os obrigam a colocar a si próprios as únicas questões verdadeiramente importantes: as que dizem respeito ao sentido da sua vida.
Mas pode suceder que, submersos pelo sofrimento, alguns seres mergulhem tão profundamente em si mesmos que é aí, neles, que encontram as respostas. Não é a religião que os ajuda, não é a fé que os ajuda, eles encontram a fé por causa da experiência que estão a viver, pois a verdade é que Deus pôs no homem todas as respostas às questões que ele coloca a si próprio, todos os recursos de que ele necessita para enfrentar as provas da vida.Tacteando, ele pode acabar por encontrá-las, e até é mais certo que as encontre deste modo do que em certas explicações da religião."

******************************************
******************************************
"Mesmo os aparelhos mais sofisticados não podem dar-nos uma ideia daquilo que é o ser humano. Ele será sempre algo mais do que o que se pode ver dele. Por isso, ele ainda não se conhece e a medicina também não o conhece. Sim, a medicina trabalha sobre seres que não conhece. Há imensos médicos que ainda têm tendência a considerar o ser humano como uma máquina! Ignoram que ele é habitado por forças, entidades, inteligências, capazes de produzir no seu organismo elementos que ele antes não possuía. Ignoram que, para além do seu corpo físico, o homem possui corpos subtis: os corpos etérico, astral, mental, causal, búdico e átmico. Eles não sabem o que são o seu pensamento e a sua vontade e, muito menos, a sua alma e o seu espírito. Então, como se pode pensar que eles saberão encontrar os métodos adequados para o curar?Para curar os doentes, não basta ocupar-se do seu corpo físico, é preciso suscitar, mais acima, nos planos subtis, os elementos e as entidades dos quais depende o bom funcionamento do corpo físico."

......
obras de Omraam Mikhaël Aïvanhov:
...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...